AbatjourdeArte

28 de nov de 2016

O fantástico mundo de Kafka

´´E então você adormece. E quando acorda é parte de um mundo novo´´.
do livro Kafka à Beira Mar


Ninguém me convence que Haruki Murakami, o autor do último livro do nosso Clube, Kafka à Beira Mar, escreveu este  livro sóbrio.
Para mim, Murakami, deve ter tomado um LSD ...  ou tem uma imaginação e uma criatividade fora dos padrões da normalidade.
Uma menino que foge de casa aos 15 anos, um senhorzinho chamado Nakata, um amigo invisível chamado Corvo, gatos que falam, uma floresta que te engole, e por aí vai...

Murakami é tão genial que mesmo usando personagens fantásticos, metáforas malucas, histórias pouco plausíveis e uma linguagem crua para descrever as relações humanas (entre elas o sexo),  consegue escrever um dos melhores que já li. E, dito por unanimidade, um dos melhores livros já proposto para o nosso Clube do Livro.









Murakami, um consagrado autor japonês, que vende milhões de livros no mundo inteiro, consegue nos tirar na realidade dura e nos transporta com delicadeza e elegância para um mundo improvável. Tudo para nos explicar as bases da vida humana e seus questionamentos. 
 O livro é recheado de metáforas (ando apaixonado por essa palavra), personagens geniais e frases inesquecíveis.

´´O destino é como uma tempestade de areia. Você procura fugir dela, mas ela sempre muda o curso e vem na sua direção. Você muda de novo e a tempestade te acompanha, tal e qual um balé macabro. Isso porque a tempestade não é  algo independente. A tempestade é você mesmo´´.


´´A vida é uma metáfora, Kafka´´. 

´´Se quiser sair daqui é preciso que deixe alguma parte sua. Não há liberdade sem dor´´.





































Nosso Clube do Livro é realmente surpreendente porque as pessoas que fazem parte dele são simplesmente incríveis!
Saímos de lá com a mesma sensação de Kafka quando sai da biblioteca de Oshima: a de que nosso Clube é ´´sólido, único e especial. Insubstituivel´´.
Verdade, Oshima. A mais pura verdade. Sem metáforas.
















Um comentário:

rosamaria junqueira disse...

Livro maravilhoso ! Também amei Sono do Murakami também ! Beijos