Atelier á luz de velas

15 de mai de 2018

O Último dos Moicanos

Na lista dos meus filmes favoritos O Último dos Moicanos está entre os 15 melhores! Sete Homens e Um Destino de 1960, também!

Na verdade adoro um faroeste! Sou do tempo de Rin-Tin-Tin e Bonanza e meus primos brincavam de Forte Apache, com aqueles soldadinhos de plástico versus indios de plásticos que nunca ficavam de pé! Sou velha, né gente!
O Último dos Moicanos está na minha lista muito mais por Daniel Day-Lewis (se é que vocês me entendem, meninas! A cena de Hawkeye correndo pelas florestas é icônica!),  pela trilha sonora e pela fotografia, do que pela história em si.












Baseado no livro The Last Of Mohicans, um clássico americano adotado nas escolas do Tio Sam, a história faz parte da cultura norte americana.
O filme, uma adaptação perfeita do livro, conta a saga dos índios Moicanos que lutam com unhas e dentes (literalmente) para defenderem suas terras e sua gente da briga ferrenha entre ingleses e franceses.
E entre uma flechada e outra, a história narra a maravilhosa história de amor entre Cora Munro e Hawkeye, vividos por Madeleine Stowe e Day-Lewis.
Filmado na Carolina do Norte, o longa demorou 12 meses para ficar pronto. Para viver Hawkeye, o perfeccionista Daniel Day-Lewis se mudou para uma cabana no meio da floresta, sozinho, sem telefone ou eletricidade. Pescou, caçou e se vestiu tal e qual um índio moicano. Claro que sua interpretação foi brilhante e claro que concorreu ao Oscar.
Madeleine Stowe, linda, como Cora, vive um dos seus melhores papeis no cinema.
E claro também que ela teve uma paixonite pelo colega de elenco ( a gente super te entende, Madeleine!), e que, claro também,  não foi correspondida.














A fotografia do filme é deslumbrante e também concorreu ao Oscar.
Mas o ponto forte de Moicanos é mesmo a sua trilha sonora. Baseada num concerto do inglês Douge Mclean, foi ovacionada e levou para casa todos os prêmios aos quais concorreu: Oscar, Bafta e Globo de Ouro, e é considerada pela Billboard uma das 20 trilhas sonoras mais importantes da industria do entretenimento.

´´When the blood in yor veins returns to the sea,

and the earth in your bones returns to the ground,
perhaps then you will remember that this land does not belong to you, it is you who belong to this land.´´


 Clique no play para ouvir. Espere um pouco, porque ela é longo e deslumbrante.
Pessoalmente acho que é uma das mais belas trilhas sonoras do cinema. Tenho ela salva no meu Spotfy e ouço quase todo dia. E é um dos poucos CD´s que ainda tenho guardado...




Nenhum comentário: