AM Chocolates

19 de set de 2016

Experimentar ...

Em julho deste ano a escritora Elizabeth Gilbert, autora do Best Seller Comer, Rezar e Amar, que virou filme e encantou a plateia feminina, anunciou a separação do marido, o brasileiro que ela conheceu em Bali, José Lauro.
Os dois estavam juntos há 12 anos e foi ele quem a inspirou a escrever e foi com ele que Gilbert  -segundo ela própria - descobriu finalmente o amor e a felicidade.
Elizabeth se separou porque se apaixonou ...  melhor amiga, com que está vivendo um romance.

E desde que Elizabeth, fonte de inspiração para mulheres entre os 30 e 60 anos, anunciou a nova paixão, o assunto está sendo discutido em sites, consultórios de psicologia e papos cabeças: as mulheres que ficam sozinhas depois dos 55 anos estão procurando, digamos, novas experiências. O fenômeno começou na Europa e nos Estados Unidos e está sendo chamado de ´´Comer, Rezar, Amar e Experimentar´´.
No Saia Justa da semana retrasada, o assunto foi debatido entre as meninas do programa e a conclusão é que a mulher que já passou dos 50 é independente, já criou os filhos (ou não os teve), se decepcionou com os homens de um modo geral, e não tem que dar satisfação à família. Ela quer viajar, curtir as amigas e não liga para o que falam. Nada mais comum do que experimentar, digamos, a melhor amiga!!!
Enfim, o fenômeno ainda não chegou ao Brasil, que é mais careta e conservador. Mas, dizem, é questão de tempo.







Um comentário:

Lilyan Reis disse...

Ah tão linda a história deles! Eu li os 2 livros sobre eles mas... que sejam felizes e viva o amor!!!