Oscar de la Renta

27 de dez de 2016

Único, absoluto, insubstituível.

Morreu no Rio, aos76 anos, o maior costureiro que o Brasil já viu.
Guilherme Guimarães lutava com bravura contra um câncer no fígado e perdeu a batalha no dia 24 de dezembro  no Hospital de Ipanema.
Gui-Gui vestiu as mulheres mais chiques deste país e as noivas mais classudas.
Numa época onde luxo e elegância tinha muito mais a ver com educação e classe, Gui Gui era o rei.
Carmem Mayrink Veiga, as Marinho, as Monteiro de Carvalho, as Nabuco, todas usaram Guilherme Guimarães. O resto era classe média.

Gui Gui era único. Nunca houve outro igual.



´´Em meu atelier a palavra tendência não entra. Aqui tem estilo. Tendência e moda é para quem não é elegante, é para aspirante. Eu visto mulheres elegantes. Não ligo a mínima para a moda.´´





Nenhum comentário: