Doux Jóias

20 de dez de 2016

O que as crianças querem de fato ganhar de natal.

Muitos pais acham (ou tem a certeza), de que, para as crianças, o natal significa presentes! Pois estão redondamente enganados.
Rosely Sayão e  sua equipe, fizeram uma pesquisa com crianças e pré adolescentes para saber o que eles pensavam de verdade sobre a grande festa cristã.
E ... surpresa!!!!! Os presentes são aguardadíssimos, é verdade. Mas existem  mais coisas tão ou mais importantes que apenas pacotes coloridos para os pequenos.
Perguntadas porque o natal era tão esperado (algumas confessaram que gostariam de dormir hoje e só acordar dia 24 para o tempo passar mais rápido!), TODAS as crianças responderam que gostam de saber que a família estará reunida, que gostam de comer coisas gostosas, que gostam do ´´clima´´ de natal, incluindo aí os parentes que chegam de fora para as festas, mesmo aqueles que elas mal conhecem. E que acham uma pena que isto só aconteça uma vez por ano.
Olha aí as crianças ensinando para a gente que natal tem que ser todo dia...
Enfim, aí está. Se alguém tinha dúvidas sobre a importância da convivência familiar para os pequenos, poderá repensar a respeito.
O dia a dia das família modernas é corrido, tenso, estressante. Cheio de horários, metas, regras e obrigações. O natal proporciona uma pausa. As crianças percebem que existe um sentimento diferente no ar, percebem que comidas gostosas foram feitas, que estar junto é importante, que o aconchego da família jé delicioso. Estas reuniões oferecem a elas uma sensação de conforto e segurança, e principalmente oferece a elas a certeza de um chão firme que lhes permita seguir em frente na vida.
Ah, sim, e os mais novos também sabem que contratempos nos relacionamentos podem (e devem) existir, e isso não os prejudica em nada, ao contrário! Ajuda-os a perceber que família é isso: uma imperfeição enorme, cercada de amor.
Que neste natal nós, pais, possamos proporcionar aos pequenos este verdadeiro natal: uma árvore de compaixão, amor, gratidão, acolhimento e, claro, com presentinhos embaixo dela!
Amém.




11 comentários:

Daniela Coluccini Pereira disse...

Licença para compartilhar😀

Daniela Coluccini Pereira disse...

Amei a imagem Amei o texto ! Querida! Feliz natal🎄✨🔔💐😘

Mariela Assumpção Gontijo disse...

Que liiiinnndo... amei !!!💝💝💝 feliz Natal !!🎄🎄🎄

Anônimo disse...

"Ah, sim, e os mais novos também sabem que contratempos nos relacionamentos podem (e devem) existir, e isso não os prejudica em nada, ao contrário! Ajuda-os a perceber que família é isso: uma imperfeição enorme, cercada de amor."

Me pergunto porque pessoas insistem em escrever e viver mentiras...
O que as crianças, adolescentes.. (Filhos) realmente querem é verdade, contratempos é uma coisa, vida falsa, mentirosa, sem amor, brigas constantes, casais que dormem em quartos separados: isso não é contratempo de família moderna.

Sim, uma imperfeição enorme, SEM AMOR.

Quanta hipocrisia meu Deus... E ainda tem quem ache lindo e compartilhe. Que País é esse?!

Anônimo disse...

kkkkkkkkkk! a anonima deve ter um casamento de shit! Xô amargura, vá de retro satanás
Reza anonima, quem sabe seu marido volta pra casa?

Kika Gontijo disse...

Anônima do Que País É Esse, minha querida!
Percebo que você não entendeu nadinha do post!!! Ele quis dizer exatamente isso: que existem sim, famílias que brigam, casamentos que passam por crises, casais que as vezes precisam dormir em quartos separados, pais que se separaram por não conseguirem mais viver juntos, irmãos que se desentendem. As famílias NÃO são perfeitas, porque são feitas de homens e mulheres imperfeitos.
O que importa para as crianças (e para os adultos também) NÃO é o fingimento. Não. O que faz a diferença é a maneira que as famílias conseguem contornar tantas diferenças. O que importa são os pais saberem superar as crises do casamento com paciência e sabedoria. O que importa é que mesmo na imperfeição, exista amor. Desejo a você, anônima querida, que neste natal e em todos os outros, você viva a experiência de se esforçar até o limite do seu coração para estar com sua família. E é como o belo poema de Rudyard Kipling:
´´Se és capaz de forçar seu coração, sua alma, seu corpo;
e insistir, exausto,
ainda escutarás uma voz dizendo: persiste!
Então, terás a sua família.
E tudo o que nela há.
E o que é mais importante:
serás um homem. E terás vencido.´´
Não é fácil, anônima querida. Mas vale cada suor e lágrima.
Beijos super carinhoso,
Kika



Anônimo disse...

Anônima querida, qual é a sua definição de Amor? Sexo todo dia? Ausência de qualquer embate?

Anônimo disse...

Eu ANÔNIMO, entendi a anônima acima...
Não que tenha casamento "shit", como sitado por outra anônima, nem marido saiu de casa... Mas que certos casamentos só mostram felicidade no Natal, ao invés de demonstrar isso ao longo do ano e da vida.
E sim, não sejamos ignorantes a esse ponto, mas existem muitos casamentos mentirosos, apenas por "status", e não por amor.
Vocês devem ter amigos no meio de vocês com casamentos assim.

No mais é isso.

P.S: Saber compreender as pessoas, ser imparcial é fundamental para se administrar uma rede social.

Anônimo disse...

Kika,
Quem é amargo só consegue "ler" amargura. A "Anônima do que país é esse" entendeu o que o coração dela deu conta de ler.
Quanto a Roseli Sayão e a você, parabéns. Texto super oportuni.
Beijo,
Ana Maria Soares

Anônimo disse...

Rssss
Leio umas coisas dessas e só me resta rir rsss
"Que país é esse"
"Imperfeição enorme"
"Demonstração de amor apenas no Natal"
"Definição de amor? Sexo todo dia?"
"Amargo, só lê amargura"
Afê
Família é amor todos os dia...
É a busca da perfeição, e não a caracterização como "perfeição enorme".
Não é sexo todo dia, mas é sexo em casa e não na "rua".
Que país é esse, país que cada um faz suas escolhas: Boas ou ruins

E desde quando contradizer um texto é ser amargo?!

Anônimo disse...

Tem gente infeliz que só vê amargura....
Um texto lindo dizendo que as crianças querem famílias unidas e comidas gostosas me remete a boas coisas, e a querer que todas as crianças tenham momentos felizes, mesmo que infelizmente só possam ser momentâneos, ao invés de terem que conviver com a realidade de brigas e pais em quartos separados... constantemente.... Meus natais sempre foram lindos, e olha que minha família como a de todo mundo tem altos barracos e problemas reais...
mas cada um externa o que é...
Paz, amor e boas festas