Villa Maria

27 de mar de 2017

Monstera Deliciosa



Em 1900 e Bolinha, na loja da minha mãe, tinha uma cadeira entalhada em forma de Costela de Adão.
Eu era louca por ela! Não existe mais desta cadeira: quem tem, tem. Quem não tem, não vai ter, ou vai ter que comprar de alguém!
Eu  não tenho e fico sonhando com uma dessas na minha varanda...


Além desta icônica cadeira, adoro a planta Monstera Deliciosa ou Costela de Adão.
Elas me lembram o Brasil, as florestas tropicais, os jardins de Burle Max, o calor, o sol.













No jardim, a Costela é generosa! De fácil manutenção, ela não gosta do sol direto, mas agradece com alegria um jardim sombreado! Fica cheia logo e raramente morre. Por isso são muito usadas para os jardins verticais.

















Para fazer arranjos, elas são perfeitas! Basta cortar o caule na diagonal e colocar 2 ou 3 folhas em um jarro pesado. Elas duram entre 20 e 30 dias, se a água for trocada.
Na decoração, as Monsteras estão em alta. Papel de parede, tecidos, almofadas, tudo o que tem a estampa delas é bonito e alegre.



E o sonho de consumo (junto com a cadeira): a pulseira de Doux de Costela de Adão! Uma coisa!



































A Scatto Lampadarium tem um deslumbrante lustre de Costela de Adão que usei no meu ambiente do Modernos e Eternos. Versátil, ele pode ser usado em folhas: dependendo do tamanho podem ser duas, três ou quatro. Um luxo!!!!












































































































E para quem é fã do faça-você-mesma, uma dica: jogos americanos feitos de Costela de Adão dão zero de trabalho! Basta cortar e colocar na mesa! E, melhor ainda, depois que o almoço acabar, basta usar a plantinha num vaso!!! 






Por isso as Costela de Adão lembram tanto o Brasil: tem mil e uma utilidades!!!!





Nenhum comentário: