Jeca do Momento

Quem usaria um top branco com blusa transparente e barrigão de oito meses no dia do seu casamento civil?

Adriane Galisteu.

14 comentários:

ju recoder disse...

nossa!pegou pesado mesmo!!!bjs ju

Anônimo disse...

Esse maridinho dela,sei não.....

Anônimo disse...

jeca demais! E será assim sempre!
coitada...

Tais disse...

Não importa, ela tá feliz! Deixa a moça em paz!

João Paulo disse...

Concordo com a Tais. Estamos por aqui para uma passagem e, diante disso, acabo pensando que o importante é, durante esse período, buscarmos o caminho da felicidade. Nem é o caminho do bem, mas da felicidade sem fazer o mal. Enfim... Se casou grávida, se o vestido não agradou, isso são outros quinhentos. O importante é que, além da gestação, o vestido carrega um significado especial para Adriane, tendo chegado a suas mãos de uma maneira muito significativa.

Christiana Gontijo disse...

Queridos,
eu também desejo tudo de bom para Adriane! Que ela seja muito feliz, que seu filho tenha saúde e que sua família seja abençoada!
Isso é uma coisa.
Outra coisa é que eu achei sinceramente a roupa dela muito feia. Que, óbvio, não tem nenhuma importância perto da felicidade que é aguardar a chegada do desejado filhote.
A roupa é só um detalhe pequeno.
Porém esse é um blog de detalhes pequenos e sem importância!!! Não o levem tão á sério!!!
Precisamos saber separar bem uma coisa da outra.
Beijocas carinhosas

Anônimo disse...

Duvido muito que Adriana Galisteu carregue algum significado no que faça! hahaha... Jeca total. Ela não tem nada de admirável.

João Paulo disse...

Christiana, compreendo suas palavras. Resolvi me manifestar porque, feio ou bonito, o vestido realmente traz consigo algo de especial para Adriane e, quem a conhece direito, sabe do valor que ela dá a esse tipo de significado. Concordo que, ainda que exponha sempre informações razoáveis e interessantes, esse blog é apenas uma ferramenta de entretenimento, não devendo mesmo ser levado muito a sério. Você está corretíssima em sua colocação e eu, felizmente, sei quais são as (pouquíssimas) coisas que devem ser levadas a sério na vida - família, trabalho e sentimentos. No entanto, compreendo a blogosfera como uma rede para troca de informações e estabelecimento de discussões saudáveis, sempre pautadas no respeito ao próximo e na liberdade de expressão, como deve ser qualquer tipo de relacionamento virtual ou não. Acredito de verdade nisso; caso contrário, penso que o espaço destinado a comentários dos leitores poderia ser abolido. Obrigado pelo seu retorno e parabéns pelo blog.

Anônimo disse...

Polemicas a parte; a roupa é feia?
De doer!!!!
Ela é jeca?
Com força!!!
Mas que eles sejam felizes!

Anônimo disse...

Afe gente, vamos relaxar um pouco e filosofar por assuntos mais relevantes.

Ela pode estar feliz o tanto que for, mas a roupa continua sendo feia de doer.

Kikinha, continue com seus comentários divertidos e relaxantes, porque precisamos sublimar um pouco nosso cotidiano tão tumultuado.

Bjs, Juju B.

Anônimo disse...

Kika vc faz perfeito o seu " trabalho" de blogueira:) Isto mesmo, não estamos falando de felicidade das pessoas, apenas comentando sobre moda. A roupa é jeca de doer :) Bjs Chris Gontijo

Anônimo disse...

João Paulo, lendo seus comentários, fiquei com uma dúvida...foi vc o estilista da roupa? Foi vc quem o entregou à Adriane Galisteu? O vestido é obra sua? Porque convenhamos... é uma obra! kuakuakua

Denise Magalhaes Bueno disse...

Essa Adriene Galisteia Não merece comentarios .
Não vamos perder tempo com ela .

Anônimo disse...

Vc esqueceu do indefectível óculos ray ban, só pra arrematar o horror!! Quem foi da cozinha não vai ficar muito tempo na sala. E mais, quem se monta desse jeito é pra esperar as criticas (boas ou não)