Juliana Ronacher

Juliana Ronacher
Dermatologia avançada

6 de fev de 2018

Um pequeno detalhe na capa

Seria só mais um romance sobre o tempo, escolhas e arrependimentos, não fosse um detalhe na capa:
a tradução é de ninguém menos que Lya Luft.
Sendo assim, podemos seguir adiante e começar a ler  A Mulher Na Escada, de Bernhard Schlink, o mesmo autor de O Leitor.
Em um museu na Austrália, um homem se depara com um quadro que retrata a mulher por quem, há muito tempo, ele arriscou tudo. E que, em seguida, desapareceu misteriosamente de sua vida. 
Quando era um jovem advogado, ele foi atraído para um relacionamento complicado e destrutivo, um triângulo amoroso formado por um pintor, pela sua bela mulher cujo retrato ele havia feito e pelo marido dela. Os três se envolveram em uma rede de obsessão, intriga e traição. 
Anos depois, ao se ver diante da pintura que desencadeou e moldou toda a sua vida, o advogado precisa lidar com o passado e com o presente: o que a sua vida se tornou. 
E quando, finalmente,  ele consegue localizar a mulher, é forçado a enfrentar o verdadeiro significado do amor, do desejo e sobretudo, a influencia desse relacionamento em suas escolhas.









Nenhum comentário: