4 de fev de 2013

Lila Azam Zanganeh



Lila Azam Zamganeh é tão discreta, mas tão discreta, que a resenha que enviou para a Flip (uma espécie de curriculo), só tinha 3 linhas, apesar de ser ela é a estrela mais esperada do Festival Literário de Parati. Principalmente pela ala masculina, como vocês podem ver pela foto abaixo. 


Bom, mas tirando o que ela não conta o que se sabe mesmo é que Lila nasceu em Paris, filhas de pais iranianos expatriados, cultíssimos. Estudou na prestigiada École Normale Supérieure em Paris e formou-se com honras. Aos 22 anos, ela já lecionava em ... Harvard. 
No caso dela, beleza e inteligência andam lado a lado. Lila fala 6 idiomas, entre eles o persa antigo e o russo. Escreve, e bem, para os jornais Le Monde, o italiano, La Republicca e New York Times. E seu livro de estreia ( O Encantador)  é sobre ninguém menos que o ultra polemico Nabocov.  Que tal?!





Hoje, Lila mora em Nova York onde circula com desenvoltura e uma certa timidez pelo mundo intelectual e artístico. Linda de morrer, ela ainda usa roupas mulçumanas na noite, embora não fale nem sob tortura sobre religião.
Engajada e articulada, Lila usa todo o prestígio e beleza para causas nobres. Ela é membro do respeitado International Rescue Committee, que leva ajuda humanitária aos civis em guerra, e é diretora da  The Lunchbox Fund, uma fundação que custeia a alimentação e transporte para estudantes na África do Sul.
A vida pessoal? Tá brincando! Ela não fala nem para o Papa! Também com um curriculo desse, faz mesmo diferença?
Vou confessar que seu livro não estará na minha lista (ele chega às livrarias brasileiras em junho). Não gosto de Nabocov e acho que mesmo que escrito por ela, não sei o que de bom ela poderia tirar de um sujeito como ele. Mas mesmo assim, Lila já é, e com louvor, Musa do Blog!



2 comentários:

Anônimo disse...

kika, como chama o livro dela?

Anônimo disse...

Nabokov, no exílio escreveu vários livros com ótimas críticas, mas...só se tornou famoso quando erotizou Lolita.