23 de mai de 2011

Em alta

Enquanto a casa cai para o lado de Dominique Strauss-Kahn, quem está rindo á toa é o brasileiro Armínio Fraga.
É que o economista e ex-presidente do Banco Central é um dos nomes cotados para substituir o francês no  FMI.

Um comentário:

Anônimo disse...

coitdo, acho que não tem chance, ebora Fernando Henrique tenha prestígio internacional.