Qualiy Decorações

25 de jan de 2017

O terror das famílias

Um dado preocupa absurdamente o setor de economia do governo. O nível de endividamento das famílias brasileiras cresceu assustadoramente: 25% em um ano.
Mais de 1.4 milhões de famílias disseram estar com contas atrasadas e, pior de tudo, não terem condições de quitá-las nos próximos seis meses. E o que mais assusta é que não são famílias das chamadas classe C. São de todos os níveis. Este dado é só de famílias, não sendo levados em consideração os inadimplentes individuais que já somam quase 4 milhões. Segundo a economista Marianne Hanson, isso significa que as famílias que estavam no vermelho em 2016, agora estão se aproximando do abismo. E não há luz no fim do túnel, pelo menos por enquanto. As negociações não são vantajosas e as taxas de juros são altíssimas.
O que chama a atenção é que as dívidas referentes a compra de carro e imóvel não subiram, já que as famílias pararam de comprar bens duráveis.
 77% das dívidas é com o cartão de crédito. Esse pequeno pedaço de plástico é a alegria e o terror dos consumistas, já que dá uma falsa sensação de que a pessoa pode comprar, mesmo não tendo o dinheiro naquele momento.


´´Cartão de crédito é o dinheiro que você não tem para comprar o que você não precisa´´




Um comentário:

Anônimo disse...

Uma vez ouvi dizer que o cartão de crédito é um instrumento do diabo para acabar com as famílias!! Ele não deixa de ter razão, kkkkkk