12 de mai de 2017

Ballerina



Desde que mudei meu escritório para perto da minha casa, estou tentando viver  um momento flat!
Estou andando mais à pé e para tal, nada como uma boa e confortável sapatilha. Ainda não me rendi totalmente, mas já uso pelo menos 1 vez por semana.


Sapatilhas não são os melhores sapatos para as baixinhas, muito pelo contrário! A única sapatilha que as mulheres baixas podem usar sem ficarem achatadas são as de gáspia baixa. Gáspia é a curva do peito do pé do sapato. As de gáspia alta são um horror para quem tem menos de 1,70. Isso mesmo, lalá, isso incluí as queridinhas Chanel, que tem gáspia altíssima!
Faça o teste no espelho e depois me conte!
















As minhas favoritas são as francesas Repetto. São lindas, clássicas, confortáveis. 
A marca francesa, desde 1947 no mercado, não tem concorrentes. Tudo começou quando Rose Repetto resolveu desenhar sapatilhas de ballet e abriu uma pequena lojinha perto da Opera de Paris.



Em 1959, Brigitte Bardot, então no auge da fama, encomendou um modelo para Madame Repetto, que desenhou a icônica Cedrillon, para a diva. Desde então, o modelo é o mais vendido da marca.






















São mais de 252 opções de cores, modelos e acabamentos. E se lalá for poderosa, pode customizar a sua! Já pensou, uma Repetto modelo Kika????

















As celebs amam suas Repettos! Jane Birkin, Carla Bruni, Audrey Hepburn usam as pretas.



Já Amy Winehouse escolhia as sapatilhas de ballet mesmo e mandava ver na pancadaria. Mas Amy era pirada... 















































































Kate Moss usa as suas com jeans skinny e blazer e fica sempre linda!!!!
























As Repettos não são baratas. Muito pelo contrário. Custam em torno de 180 euros. Mas são um mito, tem qualidade, tradição e duram uma vida.































Nenhum comentário: